Amália Rodrigues

Portrait de kalishaka
Publié par kalishaka le 24.02.2010
1 528 lectures
Já disse adeus a tanta terra, a tanta gente! Nunca senti meu coração tão magoado, inquieto por saber que o tempo vai passar, y tu vais esquecer o nosso fado! Partida cada vez mais sombria! Cansada! São nuvens negras em céu azul, são ondas de naufrágio em mar fundo! No meu deserto não vejo abrigo sem ter o amor neste mundo! Mas se eu voltar e, como penso, esqueceste! Troco por outro o coração...
Portrait de kalishaka
Publié par kalishaka le 24.02.2010
1 068 lectures
Não queiras gostar de mim Tu ne veux pas m’aimer Sem que eu te peça Sans que je ne te demande Nem me dês nada que ao fim Tu ne m’as rien donné qu’au final Eu não mereça Je ne mérite Vê se me deitas depois Vois si tu me jettes après Culpas no rosto Des fautes à la figure Isto é sincero Ça c’est sincère Porque não quero Parce que je ne veux pas Dar-te um desgosto Te donner un dégoût De quem eu...